quarta-feira, 14 de julho de 2010

Pouca Vogal

Em uma das maiores noites de minha vida um show fez a vida ter um brilho a mais por duas horas. Humberto Gessinger, meu grande ídolo da música brasileira, e Duca Leindecker, não o conheço muito, aida não, mas estou começando a gostar desse cara.

Para mim e creio que para outros também, foi mais um show do Engenheiros do Hawaii. Dois caras, um Power Duo como eles mesmo se chamam, ou a menor banda do rock gaucho, boa brincadeira com sua banda levando em consideração que são apenas duas pessoas.

Em um show marcante em Caruaru, a primeira vez da banda em Pernambuco e terceira vez do Humberto em Caruaru, com a participação mais do que especial do Carlos Maltz, o que reforça ainda mais a minha imagem de que Engenheiros do Hawaii ainda está na ativa, afinal querendo ou não o EngHaw é o 1BertoGessinger.

Com músicas perfeitas como Até o Fim, A Montanha, A Força do Silencio, O Amanhã Colorido, Pinhal, Infinita Highway + Carona, Toda Forma de Poder + Banco, E-Storia, e mais um montão de sucessos de ambas as bandas e inedias.

Obrigado Humberto sou cada dia mais seu fã.

1 comentários:

All_Luc disse...

e complementando, cada vez que conheço mas e mais a historia e a personalidade do Humberto, torno-me cada vez mais fã, depois da entrevista na radio poprock fm da terça feira, meu foi incrivel, um papo nada formal, sem assunto definido, apenas uma conversa entre amigos, perfeito!!!!